Casa Schroder: um manifesto do movimento DeStijl

//Casa Schroder: um manifesto do movimento DeStijl

Casa Schroder: um manifesto do movimento DeStijl

A casa Rietveld Schroderhuis, em Utrecht, nos Países Baixos, foi encomendada pelo Sr. Truus Schröder-Schrader ao arquiteto Gerrit Thomas Rietveld, e construída em 1924. Esta pequena residência unifamiliar, com o seu interior espacialmente flexível, e suas qualidades visuais e formais, foi um manifesto dos ideais do grupo DeStijl de artistas e arquitetos nos Países Baixos, na década de 1920 , e desde então tem sido considerado um dos ícones do Movimento Moderno na arquitetura.

A casa é, em muitos aspectos, única. É o único edifício do seu tipo na produção arquitetônica de Rietveld e também difere de outros edifícios significativos da vanguarda do movimento moderno, como a Villa Savoye de Le Corbusier ou a Villa Tugendhat de Mies van der Rohe. A diferença concentra-se no tratamento particular do espaço arquitetônico e na concepção das funções da edificação. Muitos arquitetos contemporâneos foram profundamente influenciados pela casa Schröder e essa influência perdura até o presente.

A qualidade da Rietveld Schroderhuis reside no facto de ter produzido uma síntese dos conceitos de design da arquitetura moderna, em um determinado momento no tempo. Parte da qualidade da casa é a flexibilidade da sua disposição espacial interna, que permite mudanças graduais ao longo do tempo de acordo com as mudanças nas funções. Para tanto, são utilizados diversos painéis deslizantes. Ao mesmo tempo, o edifício tem também muitos méritos artísticos, e sua imagem visual tem forte influência nos projetos arquitetônicos da segunda metade do século 20. Os interiores e móveis são uma parte integrante de seu projeto onde predominam as cores azul, amarelo e vermelho.

A Rietveld Schroderhuis localiza-se no limite da cidade de Utrecht, perto da área rural, no final de uma série de casas do século 20 . Foi construído contra a parede da casa de alvenaria adjacente e usada como residência por mais de 60 anos. A área fora da casa permaneceu pouco desenvolvida, porque continha linhas de defesa holandesa do século 19, que ainda estavam em uso na época. Nos anos de 1970 e 1980, a Rietveld Schröderhuis foi restaurada a sua condição inicial dos anos 1920 por Bertus Mulder, um dos assistentes de Rietveld. Em 2000 a casa entrou para a Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

2018-12-08T08:38:50+00:00 2 julho 2017|Categories: Residencial|

Sobre o Autor:

Arquiteto e Urbanista // Architect and Urbanist MSc em Engenharia Civil // MSc in Civil Engineering PhD em Urbanismo // PhD in Urbanism