A Métopa na Arquitetura Clássica

/, Religioso/A Métopa na Arquitetura Clássica

A Métopa na Arquitetura Clássica

A escolha do nome Métopa para a empresa decorre do fato de este elemento, por menor que seja, ter um papel importante no todo da arquitetura Clássica Grega. Narra uma história. Transmite informação. Tem uma função. Como nosso escritório, que está sempre atento aos detalhes que fazem toda a diferença.

A Ordem Dórica é composta pelo elemento vertical, a coluna, encimada pelo capitel sobre a qual se apoia o entablamento. Um dos elementos que compõem o entablamento é chamado de friso. Trata-se de uma faixa horizontal, composta, alternadamente, por tríglifos (elementos verticais) e Métopas.

A Métopa, portanto, é um elemento decorativo da ordem Dórica, da arquitetura clássica Grega. Consiste em uma placa simples ou decorada, podendo, neste caso, narrar uma história. No caso do Partenon, um dos mais emblemáticos templos gregos da antiguidade, existiam 92 Métopas de 1,30m x 1,30m. No lado oeste do templo, as Métopas narravam a batalha mítica entre gregos e Amazonas; no sul, a batalha entre o Lapiths e os centauros; no leste, a batalha entre os deuses e os gigantes; no norte, os gregos contra os troianos.

2019-06-14T17:29:42+00:00 3 junho 2017|Categories: Museu, Religioso|

Sobre o Autor:

Arquiteto e Urbanista // Architect and Urbanist MSc em Engenharia Civil // MSc in Civil Engineering PhD em Urbanismo // PhD in Urbanism